TRANSPARENTES VISÕES (Ronaldo Bello)




De repente paro...
E fico a olhar uma pequena janela,
Onde vejo um rosto desfigurado
e sem ânimo até para sorrir.

O rosto me pareceu de um herói,
vencido pelas barreiras e pelos obstáculos
que não conseguiu pular,
e se deu por vencido.

Os cabelos, os olhos e a boca,
me pareceram de palhaço,
de um palhaço sem graça
que abandonou o picadeiro
por não saber mais oque fazer
para ele mesmo rir.

Mas ele me olhava nos olhos...
E eu vi que ele tentava dizer-me:
Que era preciso sorrir, vencer as barreiras
e os obstáculos,
não se dar por vencido.
De repente eu vejo dos seus olhos,
duas lágrimas caírem.
E volto a mim.
Percebo que não estou diante de uma janela,
e sim, diante do espelho do meu quarto.


Copyright © 2013 by Ronaldo Bello
All rights reserved.



Gostou? Compartilhe nas redes sociais.

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Deixe seu comentário. Ele é importante para nós. Apos verificação ele será publicado.

Curta A Nossa Fanpage

Novo Livro

Novo Livro
Você pode compra-lo ligando para (82) 99653-4849

Desfrute, leia, curta e compartilhe boa leitura. Volte sempre!

O que está procurando?

Muito grato pela sua visita. Visita de Nº




Instagram

Recent In Internet

Poesia em seu Smartphone ou Iphone

Poesia em seu Smartphone ou Iphone
use seu leitor de Qr Code

Receba Novidades

RECEBA GRATUITAMENTE NOVIDADES DO BLOG!

Coloque seu e-mail abaixo:

Poesia Galvaneana