Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Pitty

14 de Maio (Lazzo Matumbi)

Imagem
No dia 14 de maio, eu saí por aí Não tinha trabalho, nem casa, nem pra onde ir Levando a senzala na alma, eu subi a favela Pensando em um dia descer, mas eu nunca desci Zanzei zonzo em todas as zonas da grande agonia Um dia com fome, no outro sem o que comer Sem nome, sem identidade, sem fotografia O mundo me olhava, mas ninguém queria me ver No dia 14 de maio, ninguém me deu bola Eu tive que ser bom de bola pra sobreviver Nenhuma lição, não havia lugar na escola Pensaram que poderiam me fazer perder Mas minha alma resiste, meu corpo é de luta Eu sei o que é bom, e o que é bom também deve ser meu A coisa mais certa tem que ser a coisa mais justa Eu sou o que sou, pois agora eu sei quem sou eu Será que deu pra entender a mensagem? Se ligue no Ilê Aiyê Se ligue no Ilê Aiyê Agora que você me vê Repare como é belo Êh, nosso povo lindo Repare que é o maior prazer Bom pra mim, bom pra você Estou de olho aberto Olha moço, fique esperto Que eu não sou menino Lazzo Matumbi 14 de Maio Congresso

Equalize (Pitty/Peu Souza)

Imagem
Às vezes se eu me distraio Se eu não me vigio um instante Me transporto pra perto de você Já vi que não posso ficar tão solta Me vem logo aquele cheiro Que passa de você pra mim Num fluxo perfeito Enquanto você conversa e me beija Ao mesmo tempo eu vejo As suas cores no seu olho Tão de perto Me balanço devagar Como quando você me embala O ritmo rola fácil Parece que foi ensaiado E eu acho que eu gosto mesmo de você Bem do jeito que você é Eu vou equalizar você Numa frequência que só a gente sabe Eu te transformei nessa canção Pra poder te gravar em mim Adoro essa sua cara de sono E o timbre da sua voz Que fica me dizendo coisas tão malucas E que quase me mata de rir Quando tenta me convencer Que eu só fiquei aqui Porque nós dois somos iguais Até parece que você já tinha O meu manual de instruções Porque você decifra os meus sonhos Porque você sabe o que eu gosto E porque quando você me abraça O mundo gira devagar E o tempo é só meu E ninguém registra a ce