Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Arnaldo Antunes

14 de Maio (Lazzo Matumbi)

Imagem
No dia 14 de maio, eu saí por aí Não tinha trabalho, nem casa, nem pra onde ir Levando a senzala na alma, eu subi a favela Pensando em um dia descer, mas eu nunca desci Zanzei zonzo em todas as zonas da grande agonia Um dia com fome, no outro sem o que comer Sem nome, sem identidade, sem fotografia O mundo me olhava, mas ninguém queria me ver No dia 14 de maio, ninguém me deu bola Eu tive que ser bom de bola pra sobreviver Nenhuma lição, não havia lugar na escola Pensaram que poderiam me fazer perder Mas minha alma resiste, meu corpo é de luta Eu sei o que é bom, e o que é bom também deve ser meu A coisa mais certa tem que ser a coisa mais justa Eu sou o que sou, pois agora eu sei quem sou eu Será que deu pra entender a mensagem? Se ligue no Ilê Aiyê Se ligue no Ilê Aiyê Agora que você me vê Repare como é belo Êh, nosso povo lindo Repare que é o maior prazer Bom pra mim, bom pra você Estou de olho aberto Olha moço, fique esperto Que eu não sou menino Lazzo Matumbi 14 de Maio Congresso

A Casa é Sua (Arnaldo Antunes / Wharton Gonçalves Filho 'Ortinho')

Imagem
Não me falta cadeira Não me falta sofá Só falta você sentada na sala Só falta você estar Não me falta parede E nela uma porta pra você entrar Não me falta tapete Só falta o seu pé descalço pra pisar Não me falta cama Só falta você deitar Não me falta o sol da manhã Só falta você acordar Pras janelas se abrirem pra mim E o vento brincar no quintal Embalando as flores do jardim Balançando as cores no varal A casa é sua Por que não chega agora? Até o teto tá de ponta-cabeça Porque você demora A casa é sua Por que não chega logo? Nem o prego aguenta mais O peso desse relógio Não me falta banheiro, quarto Abajur, sala de jantar Não me falta cozinha Só falta a campainha tocar Não me falta cachorro Uivando só porque você não está Parece até que está pedindo socorro Como tudo aqui nesse lugar Não me falta casa Só falta ela ser um lar Não me falta o tempo que passa Só não dá mais para tanto esperar Para os pássaros voltarem a c

Saiba (Arnaldo Antunes)

Imagem
Saiba, Todo mundo foi neném Einstein, Freud e Platão também Hitler, Bush e Sadam Hussein Quem tem grana e quem não tem Saiba: Todo mundo teve infância Maomé já foi criança Arquimedes, Buda, Galileu e também você e eu

Cultura (Arnaldo Antunes)

Imagem
O girino é o peixinho do sapo. O silêncio é o começo do papo.   O bigode é a antena do gato. O cavalo é o pasto do carrapato.