POEMINHA COLORIDO (Rita Mendonça)





Num dia AZUL
Juntamos nossos corpos MORENOS
Por sobre a VERDE relva
Num enroscar contínuo de braços e pernas



O sol tratou de se esconder
VERMELHO de vergonha
Atrás das BRANCAS nuvens
Que curiosas
Participavam de nosso amor

Já as VERDES árvores
Nos presenteavam
Com uma alegre sinfonia
E algumas TRANSPARENTES
Gotas de orvalho
Que lavava nossos corpos suados
Perdidos em devaneios múltiplos

A noite veio mais cedo
Pois as estrelas curiosas
Já não se contiam
E emitiam um BRILHO intenso
Para melhor nos observar

A coitada da lua EMPALIDECEU
E a emoção era tanta
Que toda a natureza
Gozou junta.

Copyright © 1986 by Rita Mendonça
All rights reserved.

*Veja mais da autora aqui:



Gostou? Compartilhe nas redes sociais.

3 comentários:

  1. Lindo amei...Maravilhoso um poema com muita alma.

    ResponderExcluir
  2. Lindo maravilhoso eu amei...Muito criativo, um versejar interessante cheio de amor.

    ResponderExcluir
  3. Realmente Adriana, a poeta Rita Mendonça tem uma poesia criativa e tocante.
    Seja bem vinda ao nosso blog.
    Fique a vontade e volte sempre!
    Grande abraço!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário. Ele é importante para nós. Apos verificação ele será publicado.

Curta A Nossa Fanpage

Novo Livro

Novo Livro
Você pode compra-lo ligando para (82) 99653-4849

Desfrute, leia, curta e compartilhe boa leitura. Volte sempre!

O que está procurando?

Muito grato pela sua visita. Visita de Nº




Instagram

Recent In Internet

Poesia em seu Smartphone ou Iphone

Poesia em seu Smartphone ou Iphone
use seu leitor de Qr Code

Receba Novidades

RECEBA GRATUITAMENTE NOVIDADES DO BLOG!

Coloque seu e-mail abaixo:

Poesia Galvaneana