A Caixa de Brinquedos (Rubem Alves)

Imagem
  A idéia de que o corpo carrega duas caixas —uma caixa de ferramentas, na mão direita, e uma caixa de brinquedos, na mão esquerda— apareceu enquanto eu me dedicava a mastigar, ruminar e digerir santo Agostinho. Como você deve saber, eu leio antropofagicamente. Porque os livros são feitos com a carne e o sangue daqueles que os escrevem. Dos livros, pode-se dizer o que os sacerdotes dizem da eucaristia: "Isso é o meu corpo; isso é a minha carne". Santo Agostinho não disse como eu digo. O que digo é o que ele disse depois de passado pelos meus processos digestivos. A diferença é que ele disse na grave linguagem dos teólogos e filósofos. E eu digo a mesma coisa na leve linguagem dos bufões e do riso. Pois santo Agostinho, resumindo o seu pensamento, disse que todas as coisas que existem se dividem em duas ordens distintas. A ordem do "uti" (ele escrevia em latim ) e a ordem do "frui". "

NO DIA DOS NAMORADOS (Cícero Manoel)



No dia dos namorados

Que presente irei te dar?

Pensei comprar umas flores
Pra no dia te entregar,
Pensei comprar uma aliança
Pra no seu dedo botar.

Pensei fazer-te um poema
De todo meu coração,
Pensei dar-te uma mensagem
Em um bonito cartão,
Pensei compor uma música
Dedilhando um violão.

Passa o tempo e eu estou
Sem saber o que fazer,
Em você minha princesa
Penso e fico a sofrer,
Queria você agora
Aqui pra me aquecer.

Saibas que não te esqueço
Daqui sinto seu calor,
No dia dos namorados
Minha encantadora flor,
Já sei o que vou te dar:
Vou te dar o meu amor.

Na noite dos namorados
Vendo a fogueira queimar,
Quero sentir seu cheirinho,
Quero muito te abraçar,
Um beijo muito gostoso
De você quero ganhar.

Meu amor aqui sem ti
A vida é um castigo,
Na noite dos namorados
Nesse momento te digo,
O que mais quero é só
Passar a noite contigo.



(Escrevi este poema em 6 de junho de 2007, ha seis anos atrás no desabrochar da minha adolescência, este ano folheando um velho caderno achei seu rascunho e resolvi aqui publica-lo, compartilhando-o convosco.)

SANTANA DO MUNDAÚ-AL

Copyright © 2013 by  Cícero Manoel
All rights reserved.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Tempo (Roberto Pompeu de Toledo)

MEUS SECRETOS AMIGOS (Paulo Sant'Ana)

Da Calma e do Silêncio (Conceição Evaristo)

Os Votos (Sérgio Jockymann)

A FLOR E A FONTE (Vicente de Carvalho)

Eu Te Desejo (Flávia Wenceslau)

Gritaram-me Negra (Victoria Santa Cruz)