BILHETE (Mario Quintana)



Se tu me amas, ama-me baixinho
Não o grites de cima dos telhados
Deixa em paz os passarinhos


Deixa em paz a mim!
Se me queres,
enfim,
tem de ser bem devagagarinho, Amada,
que a vida é breve, e o amor mais breve ainda...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sintaxe À Vontade (Fernando Anitelli)

Eu não gosto de você, Papai Noel!... (Aldemar Paiva)

A Reunião dos Bichos (Antônio Francisco)

A FLOR E A FONTE (Vicente de Carvalho)

Gritaram-me Negra (Victoria Santa Cruz)

Os Votos (Sérgio Jockymann)

Eu Te Desejo (Flávia Wenceslau)