A Casa (Vinícius de Moraes)



Era uma casa muito engraçada
Não tinha teto, não tinha nada


Ninguém podia entrar nela, não
Porque na casa não tinha chão



Ninguém podia dormir na rede
Porque na casa não tinha parede


Ninguém podia fazer pipi
Porque penico não tinha ali


Mas era feita com muito esmero
Na rua dos bobos, número zero






Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Só quem vive bem os agostos é merecedor da primavera! - Miryan Lucy de Rezende

Os Votos (Sérgio Jockymann)

A FLOR E A FONTE (Vicente de Carvalho)

CANÇÃO DAS MULHERES (Lya Luft)

A Reunião dos Bichos (Antônio Francisco)

Se Voltares (Rogaciano Leite)

Eu Te Desejo (Flávia Wenceslau)

Reinauguração (Carlos Drummond de Andrade)