APARIÇÃO (Italmar Lamenha de Albertim)

           
              


Esperei por ela no final da tarde,
Que por algum motivo não apareceu;
Então senti como a saudade arde,
E o céu azul de pena escureceu.
Mas, felizmente me surgiram estrelas,
Tais quais brilhantes num belo colar;
Cintilavam à noite, sobre o imenso mar
Impressionando que pasmava em vê-las.

Fiz-me forte em meu desalento
E aliei-me à solidão da rua;
Mas conduzida por um forte vento

Em minha frente, branca, meiga e nua,
Acenou-me rindo lá no firmamento
A tão querida e esperada lua.

Copyright © 2013 by Italmar Lamenha de Albertin
All rights reserved.

<!—anuncio –>





Comentários

POSTAGENS MAIS VISISITADAS

Gritaram-me Negra (Victoria Santa Cruz)

Eu não gosto de você, Papai Noel!... (Aldemar Paiva)

Eu Te Desejo (Flávia Wenceslau)

Olhos (Ademir João da Silva)

'Eu desejo que você consiga...' (Marla de Queiroz)

Harmonia (Marla de Queiroz)

A FLOR E A FONTE (Vicente de Carvalho)

Elogio ao Desejo (Emanuel Galvão)