Tempo e Movimento (Cavalcanti Barros)



Viajor-comando, faz-me o pensamento.
No sideral levito espaço em fora.
Além postado, o conhecer, embora,
em vão me ajude o parco entendimento.

Marcar-me encontro, aqui, no sempre-agora.
Olhar a Terra e Sol em movimento.
Sentir no Cosmos um único momento.
Não ver o tempo no pulsar da hora.

Juntar extremos em só flagrante:
Vida e morte da terra, num instante
(ver a primeira e a última explosão).

E sob o olhar de Deus, sorrindo ao lado,
um micro-ship atento e emocionado
programando um robô chamado Adão.

(Livro Tempo de Agora, pg 27)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sintaxe À Vontade (Fernando Anitelli)

A Reunião dos Bichos (Antônio Francisco)

Gritaram-me Negra (Victoria Santa Cruz)

A FLOR E A FONTE (Vicente de Carvalho)

Eu não gosto de você, Papai Noel!... (Aldemar Paiva)

Eu Te Desejo (Flávia Wenceslau)

Os Votos (Sérgio Jockymann)