'A GENTE SEMPRE DESTRÓI AQUILO QUE MAIS AMA' (Oscar Wild)



'A gente sempre destrói aquilo que mais ama;
Em campo aberto ou numa emboscada.
Uns com a leveza do carinho,
Outros com a dureza da palavra.
Os covardes destroem com um beijo,
Os valentes destroem com a espada'


.(in Balada do Carcere de Reading, 1898)
<!—anuncio –>

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A FLOR E A FONTE (Vicente de Carvalho)

Gritaram-me Negra (Victoria Santa Cruz)

Cântico Negro (José Régio)

Eu não gosto de você, Papai Noel!... (Aldemar Paiva)

Os Votos (Sérgio Jockymann)

Eu Venho de Lá... (Rita Maidana)

A Reunião dos Bichos (Antônio Francisco)