Tempo Verbal (Thiago kuerques)



Eu só quero um presente
E você com esse tal futuro do pretérito.

É um tempo verbal que eu não entendo
É esse o futuro do pretérito
Um tempo verbal enganador.
Ele diria mas não diz.
Ele amaria mas não amará.
É um tempo verbal que ninguém lê
Carregado de condições
Que quase ninguém vê.

*Do livro Ensaio dos Poemas Pelados (Poemas com despudor são muito mais sinceros) pg 138.
*Veja mais do autor aqui:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Votos (Sérgio Jockymann)

A FLOR E A FONTE (Vicente de Carvalho)

MEUS SECRETOS AMIGOS (Paulo Sant'Ana)

CANA DE AÇUCAR (Emanuel Galvão)

Gritaram-me Negra (Victoria Santa Cruz)

VEM (Emanuel Galvão)

A Reunião dos Bichos (Antônio Francisco)