Maceió (Cavalcanti Barros)


Foto: Juliano Pessoa

De manhã, quando o sol nasce,
Deus Netuno (vejam só!)
Põe pingos de mar na face
e vem beijar Maceió.
-

(Do livro "Tempo de Agora")

- Minha homenagem aos 198 anos da cidade de Maceió


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Literatura das Ruas (Sergio Vaz)

A FLOR E A FONTE (Vicente de Carvalho)

MEUS SECRETOS AMIGOS (Paulo Sant'Ana)

Os Votos (Sérgio Jockymann)

Reinauguração (Carlos Drummond de Andrade)

Eu não gosto de você, Papai Noel!... (Aldemar Paiva)

Gritaram-me Negra (Victoria Santa Cruz)

“A mãe será capaz de se esquecer, ou deixar de amar algum dos filhos que gerou?” (Adriana Moraes)