Homem (Emanuel Galvão)



Bicho esquisito, esse homem
Mais parece um menino
Leva a vida sorrindo
Pintando o sete, mil cores
Fazendo poemas, de amores
E, brincando cedo de homem.


Bicho esquisito, esse menino
Mais parece um homem
Atrevido, macho, ladino
Cultivando paixão e desejo
Língua, saliva e beijo
De homem, quase menino.

Sabe ser galante
Quando beija minha mão
Diz tolices, de um amante
Mas, meus medos todos somem
Quando sento no seu colo
Busco o menino e o homem.

Copyright © 2007 by Emanuel Galvão
All rights reserved.


Comentários

POSTAGENS MAIS VISISITADAS

Gritaram-me Negra (Victoria Santa Cruz)

Eu não gosto de você, Papai Noel!... (Aldemar Paiva)

Eu Te Desejo (Flávia Wenceslau)

'Eu desejo que você consiga...' (Marla de Queiroz)

Olhos (Ademir João da Silva)

Harmonia (Marla de Queiroz)

Elogio ao Desejo (Emanuel Galvão)

Da Calma e do Silêncio (Conceição Evaristo)

A FLOR E A FONTE (Vicente de Carvalho)