Homem (Emanuel Galvão)



Bicho esquisito, esse homem
Mais parece um menino
Leva a vida sorrindo
Pintando o sete, mil cores
Fazendo poemas, de amores
E, brincando cedo de homem.


Bicho esquisito, esse menino
Mais parece um homem
Atrevido, macho, ladino
Cultivando paixão e desejo
Língua, saliva e beijo
De homem, quase menino.

Sabe ser galante
Quando beija minha mão
Diz tolices, de um amante
Mas, meus medos todos somem
Quando sento no seu colo
Busco o menino e o homem.

Copyright © 2007 by Emanuel Galvão
All rights reserved.


Comentários

POSTAGENS MAIS VISISITADAS

'Somos queijo gorgonzola' (Maitê Proença)

PESSOAS VÃO EMBORA... (Marla de Queiroz)

TEM GENTE QUE TEM CHEIRO... (Ana Jácomo)

Gritaram-me Negra (Victoria Santa Cruz)