RIMAS SEM CONTEÚDO... (José Reinaldo Melo Paes)



Palavras tontas ao vento
São rimas sem conteúdo
São o discurso de um mudo
Que só causa desalento.
Quem não tem discernimento
Não escreve com magia ...
Quem não tem sabedoria
Não consegue se encantar.
Só quem sonha e sabe amar
Tem o dom da poesia.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Calma e do Silêncio (Conceição Evaristo)

Os Votos (Sérgio Jockymann)

Eu não gosto de você, Papai Noel!... (Aldemar Paiva)

Gritaram-me Negra (Victoria Santa Cruz)

A FLOR E A FONTE (Vicente de Carvalho)

O Tempo (Roberto Pompeu de Toledo)