Mulher Sem Limites (Romance de Flor) (Emanuel Galvão)

Imagem
Você já figura no meu coração Descalça e sem roupa como num salão Tão bela e tão doce, mulher sem limites Quem dera que fosse... E assim exististes Dançando ao ritmo de minha pulsação.   Não cabes em rótulos, por que caberias? Palavras ou versos, talvez te seduza... Então, só então, tu abras tua blusa E ardente, insana, tu permitirias Volúpias intensas de terna paixão.   Porque minha pele não te resistiria Es bela não nego, sou tão negligente Foras apenas bela, mas és inteligente Não encontro virtude que assim a alcance Melhor te amar, assim de relance   Sem ilusões, sem juras de amor Romance de flor, sem dor sem espinho Caindo as pétalas, restará: odor e carinho Assim em meu sonho, te possuo inteira Te amando pleno, não de qualquer maneira. Copyright © 2020 by Emanuel Galvão All rights reserved. *Foto by: Ana Cruz    

FLOR ATREVIDA (Emanuel Galvão)



Disseram-me:
“O amor é para os poetas”

Sim, minha bela!
O amor é para os poetas,
Mas não apenas os de aptidão.

O amor é para os poetas
Não os que se esmeram em escrevê-lo
Com pena, tinteiro e papel
Mas, os que também o escrevem
Em pele com as pontas dos dedos,
Cravam os dentes para assinar
Usam saliva como tinta
E lábios como mata –borrão.

Sim, minha bela!
O amor é para os poetas
Não apenas os de aptidão
Mas, o que versam na vida
Editando em cada coração
A epifania desta sedução.

Copyright © 2007 by
All rights reserved.




Comentários

  1. Flor Atrevida foi a primeira poesia do Emanuel Galvão que li,de imediato me apaixonei por esta e quando então li todas deste livro,fiquei mais que apaixonada,fiquei encantada de tal forma que me emociono demais cada vez que torno a ler,assim resolvi compartilhar estas com outros amigos,pois,para mim são um bálsamo para a alma.Um envolvente e perfumado elixir de prazer e emoções que poucas vezes tive na vida.Ele é um mestre dos mais talentosos e eu serei sempre sua eterna aprendiz e seguidora.Recomendo a todos que lerem esse comentário,experimentarem suas poesias,são de ótima qualidade e acreditem,muitíssimo emocionantes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Elisabeth!

      Muito obrigado por prestigiar minha poesia, meu blog e o que partilho com os que aqui vem visitar a palavra. Fico feliz que goste e divulgue o meu trabalho.
      Só tenho a agradecer-lhe todo carinho e atenção.
      Volte sempre!

      Grande abraço!

      Emanuel Galvão

      Excluir
    2. O prazer é meu,Emanuel! Vale a pena ler o que escreves, é alimento para a alma/espírito! Obrigada por compartilhar comigo sua maravilhosa e encantadora arte.abração!

      Excluir

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Ele é importante para nós. Apos verificação ele será publicado.

Postagens mais visitadas deste blog

Gritaram-me Negra (Victoria Santa Cruz)

Eu não gosto de você, Papai Noel!... (Aldemar Paiva)

A FLOR E A FONTE (Vicente de Carvalho)

MEUS SECRETOS AMIGOS (Paulo Sant'Ana)

Da Calma e do Silêncio (Conceição Evaristo)

Mulher Sem Limites (Romance de Flor) (Emanuel Galvão)

Os Votos (Sérgio Jockymann)

A Reunião dos Bichos (Antônio Francisco)