Canção Mínima (Cecília Meireles)


No mistério do sem-fim
equilibra-se um planeta.

E, no planeta, um jardim,
e, no jardim, um canteiro;
no canteiro uma violeta,
e, sobre ela, o dia inteiro,

entre o planeta e o sem-fim,
a asa de uma borboleta

Comentários

POSTAGENS MAIS VISISITADAS

Gritaram-me Negra (Victoria Santa Cruz)

Eu não gosto de você, Papai Noel!... (Aldemar Paiva)

Da Calma e do Silêncio (Conceição Evaristo)

Eu Te Desejo (Flávia Wenceslau)

Serra da Barriga (Jorge de Lima)

'Eu desejo que você consiga...' (Marla de Queiroz)

Acolher (Claudia Lima)