IRRESPONSÁVEL CORAÇÃO (Emanuel Galvão)



Preso por vontade
Pode o coração querer a liberdade
Mas, por ser irresponsável coração
Bate lento na saudade
Pois que avesso à solidão
Acelera por maldade
Quando da tua aproximação.
Esse mesmo coração que vai parar
Um dia
Bate com força e alegria
Cadenciando essa estonteante emoção.
E não adianta querer explicar
Se o coração foi feito para amar
Ou para a volúpia da paixão
Este irresponsável um dia vai parar
Para seu alívio, e nosso desespero e dor.
Por isso, se haveremos de morrer
Que seja como um vingar
Essa loucura que é amar
Ceder ao desejo e num torpor
Fender seu peito e se dar
Alma, corpo, coração
E, no êxtase dessa desorientação
Morrer enfim, de tanto amar.

Comentários

POSTAGENS MAIS VISISITADAS

'Somos queijo gorgonzola' (Maitê Proença)

PESSOAS VÃO EMBORA... (Marla de Queiroz)

TEM GENTE QUE TEM CHEIRO... (Ana Jácomo)

Gritaram-me Negra (Victoria Santa Cruz)

FICO ASSIM SEM VOCÊ (Abdullah / Caca Moraes)