'A ILUSÓRIA GRAMA VERDE DO VIZINHO' (Roseane Mendonça)



Atualmente, eu me policio, o máximo, para utilizar as redes sociais com sabedoria e principalmente com o meu grupo diário de contato [amigos também pessoalmente]. Desta forma, evito me inebriar com a "ilusória grama verde do vizinho". Tudo na vida tem dois lados, e nós temos o livre arbítrio para escolher e aos poucos perceber o que é real e as fantasias. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MEUS SECRETOS AMIGOS (Paulo Sant'Ana)

Mulher Sem Limites (Romance de Flor) (Emanuel Galvão)

'A Minha Avó Dizia-me...' (Paola Klug)

Receita Para Arrancar Poema Preso (Viviane Mosé)

A FLOR E A FONTE (Vicente de Carvalho)

A Reunião dos Bichos (Antônio Francisco)

Gritaram-me Negra (Victoria Santa Cruz)