'A ILUSÓRIA GRAMA VERDE DO VIZINHO' (Roseane Mendonça)



Atualmente, eu me policio, o máximo, para utilizar as redes sociais com sabedoria e principalmente com o meu grupo diário de contato [amigos também pessoalmente]. Desta forma, evito me inebriar com a "ilusória grama verde do vizinho". Tudo na vida tem dois lados, e nós temos o livre arbítrio para escolher e aos poucos perceber o que é real e as fantasias. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Calma e do Silêncio (Conceição Evaristo)

Os Votos (Sérgio Jockymann)

Eu não gosto de você, Papai Noel!... (Aldemar Paiva)

Gritaram-me Negra (Victoria Santa Cruz)

A FLOR E A FONTE (Vicente de Carvalho)

O Tempo (Roberto Pompeu de Toledo)

É a Vida - That's Life (Kelly Gordon / Dean Kay) Tradução