INTUIÇÃO - ESPECTADOR DE ESTRELAS - (Emanuel Galvão)



Não sei bem como decifrar os astros
E por isso, perco sempre as estrelas
É como se algo me proibisse de tê-las
Guardá-las no peito, possuí-las nos braços.

Uso astrolábios, lunetas e intuição
Faço mapas, relatórios de experiências
Métodos aprovados pelas ciências
E não as decifro, em meio a escuridão.

Paciente, escrevo o que descubro delas
Seus fulgores, explosões, desaparecimentos
No intuito de entender seus sonhos, pensamentos.

Noites de lua, escuras, sozinhas; aquelas
Dormir sem saber, não ouso sequer
Que decifrar estrelas, é como desvendar uma mulher. 

Copyright © 2007 by Emanuel Galvão
All rights reserved.




Comentários

POSTAGENS MAIS VISISITADAS

'Somos queijo gorgonzola' (Maitê Proença)

PESSOAS VÃO EMBORA... (Marla de Queiroz)

Gritaram-me Negra (Victoria Santa Cruz)

TEM GENTE QUE TEM CHEIRO... (Ana Jácomo)

FICO ASSIM SEM VOCÊ (Abdullah / Caca Moraes)

CANA DE AÇUCAR (Emanuel Galvão)