DESÍGNIOS (Bruna Lombardi)





alguém pode me dizer
se estava prevista na palma da minha mão
esta paixão inesperada
se estava já escrita e demarcada
na linha da minha vida
se fazia já parte da estrada
e tinha que ser vivida

ou foi um desgoverno repentino
que surpreendeu os deuses, todos
os que desenham o nosso destino
ou foi um desatino, uma loucura
uma imprevisível subversão
que só a partir de agora eu trago marcada
na palma da minha mão

*veja mais da autora aqui:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MEUS SECRETOS AMIGOS (Paulo Sant'Ana)

Mulher Sem Limites (Romance de Flor) (Emanuel Galvão)

'A Minha Avó Dizia-me...' (Paola Klug)

Receita Para Arrancar Poema Preso (Viviane Mosé)

A FLOR E A FONTE (Vicente de Carvalho)

A Reunião dos Bichos (Antônio Francisco)

Gritaram-me Negra (Victoria Santa Cruz)