O DUPLO (Affonso Romano de Sant'Anna)




Debaixo de minha mesa
tem sempre um cão faminto
-que me alimenta a tristeza.

Debaixo de minha cama
tem sempre um fantasma vivo
-que perturba quem me ama.


Debaixo de minha pele
alguém me olha esquisito
-pensando que eu sou ele.

Debaixo de minha escrita
há sangue em lugar de tinta
-e alguém calado que grita.

Affonso Romano de Sant’Anna


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Votos (Sérgio Jockymann)

A FLOR E A FONTE (Vicente de Carvalho)

Receita Para Lavar Palavra Suja (Viviane Mosé)

A Reunião dos Bichos (Antônio Francisco)

O MELHOR DO ABRAÇO (Ana Jácomo)

VEM (Emanuel Galvão)

Gritaram-me Negra (Victoria Santa Cruz)

MEUS SECRETOS AMIGOS (Paulo Sant'Ana)