Pacto Com a Felicidade (Orlando Alves Gomes)

Imagem
De hoje em diante todos os dias ao acordar, direi: Eu hoje vou ser FELIZ ! Vou lembrar de agradecer ao sol pelo seu calor e luminosidade, sentirei que estou vivendo, respirando. Posso desfrutar de todos os recursos da natureza Gratuitamente. Não preciso comprar o canto dos pássaros, nem o murmúrio das ondas do mar. Lembrarei de sentir a beleza das árvores, das flores. Vou sorrir mais, sempre que puder. Vou cultivar mais amizades e neutralizar as inimizades. Não vou julgar os atos dos meus semelhantes ou companheiros. Vou aprimorar os meus. Lembrarei de ligar para alguém para dizer que estou com saudades ! Reservarei minutos de silêncio, para ter a oportunidade de ouvir.  Não vou lamentar nem amargar as injustiças. Vou pensar no que posso fazer para  Diminuir seus efeitos. Terei sempre em mente que um minuto passado,  não volta mais, vou viver todos os minutos proveitosamente. Não vou sofrer por antecipação prevendo futuros incertos, nem com atraso,  lembrando de coisas sobre as quais

Namoro (Emanuel Galvão)



Nesse meu ofício
de casar palavras,
fica um tanto difícil
casar, sem promover
o namoro.

Para escrever
eu quase que devoro,
livros, letras, lugares,
pessoas, poesias, pomares
e como trama os enlaço
sem nem pensar no cansaço,
pra promover o encontro,
com carinho e com decôro
às vezes ao dicionário
peço urgente socorro.

Juntar letra com letra,
sílaba com sílaba,
pra fazer uma oração,
com sujeito e predicado,
não há mesmo quem consiga,
sem verbo, sem coração
e um pouquinho de cuidado.
Pra fazer essa união
tem que estar enamorado!

Para que o escrito prossiga,
palavra com palavra,
pra elas se amasiarem...
não há mesmo quem consiga,
sem o aconchego do namoro,
pra só depois, se casarem.

Para quem agora tá amando
ou pra qualquer conquistador:
Romântico, cético, desconfiado...
- entre as palavras -
Vejam só que curioso!
Amigado, ficando,
enrolado, amancebado,
e até mesmo casado...
- Não tem birra,
não tem choro -
Só encontrei amor
Na palavra nAMORo!


Copyright © 2015 by Emanuel Galvão
All rights reserved.


Do Livro Elogio ao Desejos & Outras Palavras 
(pagina 58 - 2015 - Editora Quadrioffice)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Votos (Sérgio Jockymann)

MEUS SECRETOS AMIGOS (Paulo Sant'Ana)

Eu não gosto de você, Papai Noel!... (Aldemar Paiva)

A Reunião dos Bichos (Antônio Francisco)

A FLOR E A FONTE (Vicente de Carvalho)

'ATÉ QUE A MORTE...' (Rubem Alves)

Eu Venho de Lá... (Rita Maidana)

Da Calma e do Silêncio (Conceição Evaristo)