Me Afirmo em Negativas (Mauro Gouvêa)



Não sou muro nem parede
Sou fino fio, tênue rede
que não ampara a alma equilibrista
nem segura a letra que se arrisca.

não sou arrimo nem aprumo
sou escassa sombra, volátil fumo
que escora o verso que escorrega
e não sustenta a rima cega.

Não sou bússola ou sextante
farol acesso ou mirante
que alivia o navegar de Homero.

Não sou o que querem, sou o que quero.


Comentários

POSTAGENS MAIS VISISITADAS

'Somos queijo gorgonzola' (Maitê Proença)

PESSOAS VÃO EMBORA... (Marla de Queiroz)

Gritaram-me Negra (Victoria Santa Cruz)

TEM GENTE QUE TEM CHEIRO... (Ana Jácomo)

FICO ASSIM SEM VOCÊ (Abdullah / Caca Moraes)

CANA DE AÇUCAR (Emanuel Galvão)