Eu abro a janela e vejo a vida bela (Emanuel Galvão)


Para D. Liége

'Penso em ti devagar, bem devagar, com um bem-querer tão certo e limpo, tão fundo e bom que parece que estou te embalando dentro de mim.'
Rubem Braga

Eu abro a janela
E vejo a vida bela
Eu vejo muito a além das necessidades
- Um mundo de possibilidades –
Mais que louças para lavar
Eu vejo que tive pão em minha mesa
E os momentos de tristeza
Serão por certo menos significativos
Que os momentos de alegria
Afinal, sentir é um atributo dos vivos.

A dor da realidade
É menor que o desengano
Que, se trabalhei todos os dias do ano
Foi porque tive saúde
Portanto, não reclamo.
Fiz o que pude
Se não fiz tudo que quis
Por isso apesar e não porque
Eu vivo para ser feliz.

Eu abro os olhos
E o mundo me assombra
E encanta
Esse mesmo mundo que me cobra
Que me espanta
Possibilita-me
O ato de abrir ferrolhos.

Com a janela aberta
Eu vejo mais além
Do que a vida incerta.
Eu vejo que ninguém
É forte ou feliz sozinho
Por isso em meu caminho
Eu busco por alguém
Pra caminhar comigo
Um bem
Um outro
Um amigo.

Eu abro a janela
E vejo a vida bela
E sei que tudo nela
Tem começo, meio e fim
- é simples assim -
Ou breve ou longa
Com deleite ou açoite
Após cada noite
Amanhece um novo dia.

Apesar da correria
De nadar contra a correnteza
Das dores, dissabores, mazelas
Com um pouco de cautela
Mas muito de certeza
Eu tenho a ousadia
De abrir minha janela
E achar que a vida é bela.

08.03.2013 / 02:32hs


Copyright © 2014 by Emanuel Galvão
All rights reserved.


Gostou? Compartilhe nas redes sociais.

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Deixe seu comentário. Ele é importante para nós. Apos verificação ele será publicado.

Curta A Nossa Fanpage

Novo Livro

Novo Livro
Você pode compra-lo ligando para (82) 99653-4849

Desfrute, leia, curta e compartilhe boa leitura. Volte sempre!

O que está procurando?

Muito grato pela sua visita. Visita de Nº




Instagram

Recent In Internet

Poesia em seu Smartphone ou Iphone

Poesia em seu Smartphone ou Iphone
use seu leitor de Qr Code

Receba Novidades

RECEBA GRATUITAMENTE NOVIDADES DO BLOG!

Coloque seu e-mail abaixo:

Poesia Galvaneana