Dança Circular (Cida Lima)



A roda gira...
Dois pra lá
Três pra cá
Vai e volta
A avançar.
A cada passo
Me uno
Sigo o compasso
Sem perder o prumo.
Rodo rodo
Me esquento
Relaxando
O pensamento
Sem cochilo
Sigo sempre
Sem vacilo
Vou em frente
Como na roda circular
A vida é semelhante
Faço o meu sem só estar
Numa união impressionante.


Gostou? Compartilhe nas redes sociais.

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Deixe seu comentário. Ele é importante para nós. Apos verificação ele será publicado.

Curta A Nossa Fanpage

Novo Livro

Novo Livro
Você pode compra-lo ligando para (82) 99653-4849

Desfrute, leia, curta e compartilhe boa leitura. Volte sempre!

O que está procurando?

Muito grato pela sua visita. Visita de Nº




Instagram

Recent In Internet

Poesia em seu Smartphone ou Iphone

Poesia em seu Smartphone ou Iphone
use seu leitor de Qr Code

Receba Novidades

RECEBA GRATUITAMENTE NOVIDADES DO BLOG!

Coloque seu e-mail abaixo:

Poesia Galvaneana