A FALTA (Emanuel Galvão)



Sabe lá,
O que é ter uma musa maravilhosa
E faltar-lhe o verbo,
A rima precisa, a palavra donosa.

Saber que seus olhos são lindos,
E não ter a metáfora, o termo inusitado
O ritmo cadenciado, para os versos findos.

Sabe lá,
O que é querer dizer, eu te amo;
Dá um nó na garganta,
O coração querer parar, ficar gelado,
Soltar a voz e só sair um oi estrangulado.

Copyright © 2007 by Emanuel Galvão
All rights reserved.




Comentários

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Ele é importante para nós. Apos verificação ele será publicado.

Postagens mais visitadas deste blog

Da Calma e do Silêncio (Conceição Evaristo)

Os Votos (Sérgio Jockymann)

Eu não gosto de você, Papai Noel!... (Aldemar Paiva)

Gritaram-me Negra (Victoria Santa Cruz)

A FLOR E A FONTE (Vicente de Carvalho)

O Tempo (Roberto Pompeu de Toledo)

É a Vida - That's Life (Kelly Gordon / Dean Kay) Tradução