Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2012

O CONFORTO DOS TEUS BRAÇOS (João Linhares)

Imagem
Oito horas de vôo num concorde
Cinco dias num barco mar adentro
Sete noites dormindo ao relento
Sete ciganas lendo a minha sorte
Quatro dias, em pé, no trem
Da morte
Vinte léguas montado num jumento
Sete mil flores no meu pensamento
E eu trilhando os últimos espaços
Pra ficar no conforto dos teus braços
Qualquer coisa no mundo eu enfrento

DEDICADO À VOCÊ (Dominguinhos/Nando Cordel)

Imagem
Vem, se eu tiver você no meu prazer
Se eu pudesse ficar com você
todo momento e em qualquer lugar
Ah, se o desejo fosse o amor
Durante o frio, fosse o calor
Na minha lua, você fosse o mar
Vem, meu coração se enfeitorde céu
Se embebedou na luz do teu olhar
Queria tanto ter você aqui
Ah, se teu amor fosse igual ao meu
Minha paixão ia brilhar e eu completamente ia ser
feliz.

INTUIÇÃO - ESPECTADOR DE ESTRELAS - (Emanuel Galvão)

Imagem
Não sei bem como decifrar os astros E por isso, perco sempre as estrelas É como se algo me proibisse de tê-las Guardá-las no peito, possuí-las nos braços.

TEU SORRISO TEM ESTE PODER... (Alessandra Alcântara)

Imagem
Teu sorriso tem este poder...
O de fazer-me perder a noção de tempo, do espaço...  De tudo!
Fico assim perdida, pensado se junto-me a ti neste sorriso, ou se te envolvo em meus braços...  E perco-me dentro deles.


*veja mais da autora aqui:

DOADOR FRUSTRADO (*) (JAC das Alagoas)

Imagem
Eu tinha um grande desejo
que já virou frustração,
queria poder doar
os rins, os ossos, o pulmão,
para salvar outra vida
dava até o coração.
Mas sou mesmo negação
de mim nada se aproveita,
hepatite e convulsão,
até sarampo e maleita,
cortaram esse meu desejo,
isso pra mim foi desfeita.

CORAÇÃO GRITA (Lys Carvalho)

Imagem
Se existe saudade, a ternura está presente, E nunca estamos solitários quando a dor chega. Pessoas apaixonadas nunca envelhecem. O coração bate forte e grita pela vida.
Copyright© 2011 by Lys Carvalho All rights reserved.
*veja mais da autora aqui:

ODE AO DESEJO (Lou Correia)

Imagem
Na loucura do sonho,
acerco-me de ti
que se me apresentas
pleno de perigo,
em vasto precipício...

Alucinada, cheia de desejos,
atiro-me em teus braços
que me prendem por inteiro,
caio num despenhadeiro
de indizíveis sensações...

DESÍGNIOS (Bruna Lombardi)

Imagem
alguém pode me dizer
se estava prevista na palma da minha mão
esta paixão inesperada
se estava já escrita e demarcada
na linha da minha vida
se fazia já parte da estrada
e tinha que ser vivida

LÁBIOS (Emanuel Galvão)

Imagem
Lábios: São mais do que formas arredondadas Macias, rosadas Em você, São as formas adequadas Do prazer.

A FALTA (Emanuel Galvão)

Imagem
Sabe lá, O que é ter uma musa maravilhosa E faltar-lhe o verbo, A rima precisa, a palavra donosa.

MULHER POR EXCELÊNCIA (Emanuel Galvão)

Imagem
Esse macho, que me vem como ladrão Me rouba essa segurança de mulher Despreza-me com esse olhar de mansidão E me devora com seus beijos, quando quer.

FLOR ATREVIDA (Emanuel Galvão)

Imagem
Disseram-me: “O amor é para os poetas”
Sim, minha bela! O amor é para os poetas, Mas não apenas os de aptidão.

TERCETOS (Olavo Bilac)

Imagem
Noite ainda, quando ela me pedia Entre dois beijos que me fosse embora, Eu, com os olhos em lágrimas, dizia:
"Espera ao menos que desponte a aurora! Tua alcova é cheirosa como um ninho... E olha que escuridão há lá por fora!
Como queres que eu vá, triste e sozinho, Casando a treva e o frio de meu peito Ao frio e à treva que há pelo caminho?!
Ouves? é o vento! é um temporal desfeito! Não me arrojes à chuva e à tempestade! Não me exiles do vale do teu leito!
Morrerei de aflição e de saudade... Espera! até que o dia resplandeça, Aquece-me com a tua mocidade!
Sobre o teu colo deixa-me a cabeça Repousar, como há pouco repousava... Espera um pouco! deixa que amanheça!"
— E ela abria-me os braços. E eu ficava. 

CORAÇÕES FRAGMENTADOS (Emanuel Galvão)

Imagem
Quantas vezes amará um coração fragmentado? Quantos desertos atravessará em sua solidão? A resposta está, tão somente, na perfeita aptidão Que tem o coração para ser cruelmente maltratado.

O MEU PAíS (Livardo Alves, Orlando Tejo, Gilvan Chaves)

Imagem
Tô vendo tudo, tô vendo tudo
Mas, bico calado, faz de conta que sou mudo
Um país que crianças elimina
Que não ouve o clamor dos esquecidos
Onde nunca os humildes são ouvidos
E uma elite sem deus é quem domina
Que permite um estupro em cada esquina
E a certeza da dúvida infeliz
Onde quem tem razão baixa a cerviz
E massacram - se o negro e a mulher
Pode ser o país de quem quiser
Mas não é, com certeza, o meu país

VEM (Emanuel Galvão)

Imagem
Vem, Que o tempo bom é assim Passa bem ligeiro Somos nessa vida, não mais que passageiros Pois tudo nesse mundo tem um fim

BEIJA-FLOR (Emanuel Galvão)

Imagem
Disseram-me que não tenho os pés no chão Vivo voando, sonhando, amando, parado no ar É que: na liberdade, bate depressa meu coração Prendendo-me ao desejo de amar, e de beijar.

TEM GENTE QUE TEM CHEIRO... (Ana Jácomo)

Imagem
Tem gente que tem cheiro de passarinho quando canta. De sol quando acorda. De flor quando ri. Ao lado delas a gente se sente sem relógio e sem agenda. Ao lado delas, a gente se sente comendo pipoca na praça. Lambuzando o queixo de sorvete. O tempo é outro. E a vida fica com a cara que ela tem de verdade, mas que a gente desaprende de ver.
Tem gente que tem cheiro de cafuné sem pressa. Do brinquedo que a gente não largava. De passeio no jardim. Ao lado delas, agente não acha que o amor é possível, a gente tem certeza.


*veja mais da autora aqui:

O PERFUME (TRECHO) - (Patrick Suskind)

Imagem
"...as pessoas podiam fechar os olhos diante da grandeza, do assustador, da beleza, e podiam tapar os ouvidos diante da melodia ou de palavras sedutoras. Mas não podiam escapar ao aroma. Pois o aroma é um irmão da respiração - ele penetra nas pessoas, elas não podem escapar-lhe caso queiram viver. E bem para dentro delas é que vai o aroma, diretamente para o coração, distinguindo lá categoricamente entre atração e menosprezo, nojo e prazer, amor e ódio. Quem dominasse os odores dominaria o coração das pessoas."
*veja mais do autor aqui:


PASSARINHO LIBERDADE (Zé Geraldo e Filizola)

Imagem
Passarinho, por que cantas?
Prende a voz nessa garganta
Prende a voz com que levanta
Essa música serena
Se me vês chorar de pena
Passarinho, por que cantas?

ENCONTROS & DELÍRIOS (Luciano Barbosa)

Imagem
Ontem nos beijamos ardentemente; E ainda agora está bem presente O movimentar de cada beijo. Em meus braços seu corpo se contorcia; Saciava-me em sua boca macia; Murmurava palavras; quanto desejo...

PÃO & POESIA (Fausto Nilo & Moraes Moreira)

Imagem
Felicidade é uma cidade pequenina
é uma casinha é uma colina
qualquer lugar que se ilumina
quando a gente quer amar
Se a vida fosse trabalhar nessa oficina
fazer menino ou menina, edifício e maracá
virtude e vício, liberdade e precipício
fazer pão, fazer comício, fazer gol e namorar

TUA MUSA (Valderez de Barros)

Imagem
Ah, como quero que sejas
o cobertor que me cobre;
que, delicado, me envolvas,
sem que nada falte ou sobre!

A LENDA (Cida Lima)

Imagem
A LENDA
De acordo com a mitologia egípcia, o deus Rá, cansado dos pecados da humanidade criou Sekmet, a deusa com cabeça de leoa. Sua missão era punir aqueles homens que mereciam e se afastavam do bem, mas a deusa desviou-se de seu  caminho e se tornou sanguinária, matando todos os homens que cruzavam seu caminho  a sangue frio.

CORAGEM (Ana Claudia Laurindo)

Imagem
Que a arte sempre escape, livre e ousada, pelas frestas da coragem, de quem a tem...
Ana Claudia Laurindo