Mulher Sem Limites (Romance de Flor) (Emanuel Galvão)

Imagem
Você já figura no meu coraçãoDescalça e sem roupa como num salãoTão bela e tão doce, mulher sem limitesQuem dera que fosse... E assim exististesDançando ao ritmo de minha pulsação.Não cabes em rótulos, por que caberias?Palavras ou versos, talvez te seduza...Então, só então, tu abras tua blusaE ardente, insana, tu permitiriasVolúpias intensas de terna paixão.Porque minha pele não te resistiriaEs bela não nego, sou tão negligenteForas apenas bela, mas és inteligenteNão encontro virtude que assim a alcanceMelhor te amar, assim de relanceSem ilusões, sem juras de amorRomance de flor, sem dor sem espinhoCaindo as pétalas, restará: odor e carinhoAssim em meu sonho, te possuo inteiraTe amando pleno, não de qualquer maneira.
Copyright © 2020 by Emanuel Galvão
All rights reserved.

*Foto by: Ana Cruz

UMA MULHER (Bruna Lombardi)



uma mulher caminha nua pelo quarto
é lenta como a luz daquela estrela
é tão secreta uma mulher que ao vê-la
nua no quarto pouco se sabe dela


a cor da pele, dos pêlos, o cabelo
o modo de pisar, algumas marcas
a curva arredondada de suas ancas
a parte onde a carne é mais branca

uma mulher é feita de mistérios
tudo se esconde: os sonhos, as axilas,
a vagina
ela envelhece e esconde uma menina
que permanece onde ela está agora

o homem que descobre uma mulher
será sempre o primeiro a ver a aurora.

Bruna Lombardi

*veja mais de Bruna Lombardi aqui: http://www.brunalombardi.com


Comentários

  1. Olá Emanuel, como vai ?

    Belíssima escolha para compartilhar conosco ! Não sabia que a Bruna Lombardi escrevia poesias e tão bonitas, gostei muito ! Vou visitar o site indicado :)
    O texto é lindo e faz com que nós mulheres nos identifiquemos do início ao fim. Considero que todas somos um mistérios, às vezes até para nós mesmas e achei maravilhosa a parte de que : Ela envelhece e esconde uma menina que permanece onde ela está...
    Adorei :)

    Grande abraço e que seu fim de semana seja ótimo !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Samanta!
      Adorei sua visita. Fico feliz que tenha gostado. Breve teremos outros textos da Bruna.
      Volte sempre!
      Um forte abraço!

      Excluir

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Ele é importante para nós. Apos verificação ele será publicado.

Postagens mais visitadas deste blog

Literatura das Ruas (Sergio Vaz)

MEUS SECRETOS AMIGOS (Paulo Sant'Ana)

A FLOR E A FONTE (Vicente de Carvalho)

Os Votos (Sérgio Jockymann)

Só quem vive bem os agostos é merecedor da primavera! - Miryan Lucy de Rezende

Reinauguração (Carlos Drummond de Andrade)

Gritaram-me Negra (Victoria Santa Cruz)