CIO (Bruna Lombardi)



Quero dormir com você ou pelo menos
Te dar um beijo na boca
O meu amor não tem pudor, nem acanhamento
Não tem paciência, não agüenta mais
A urgência do desejo
E eu te olho, te olho, te olho
Como se dissesse.


Penso, ele há de perceber, me encosto um pouco
Espero um gesto, um sinal, uma atitude
Que eu possa interpretar como uma resposta,
Uma indicação,
Mas você é um homem sério e continua
Se escondendo atrás dessas teorias
E nem te brilha no olho uma faísca de tentação.

Aí que aflição
Pensar no que eu faria
Se pudesse.

Desejo que não acontece
Fica parado no peito
Aí vira obsessão.

Bruna Lombardi

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Votos (Sérgio Jockymann)

A FLOR E A FONTE (Vicente de Carvalho)

Receita Para Lavar Palavra Suja (Viviane Mosé)

A Reunião dos Bichos (Antônio Francisco)

O MELHOR DO ABRAÇO (Ana Jácomo)

VEM (Emanuel Galvão)

Gritaram-me Negra (Victoria Santa Cruz)

MEUS SECRETOS AMIGOS (Paulo Sant'Ana)