A Caixa de Brinquedos (Rubem Alves)

Imagem
  A idéia de que o corpo carrega duas caixas —uma caixa de ferramentas, na mão direita, e uma caixa de brinquedos, na mão esquerda— apareceu enquanto eu me dedicava a mastigar, ruminar e digerir santo Agostinho. Como você deve saber, eu leio antropofagicamente. Porque os livros são feitos com a carne e o sangue daqueles que os escrevem. Dos livros, pode-se dizer o que os sacerdotes dizem da eucaristia: "Isso é o meu corpo; isso é a minha carne". Santo Agostinho não disse como eu digo. O que digo é o que ele disse depois de passado pelos meus processos digestivos. A diferença é que ele disse na grave linguagem dos teólogos e filósofos. E eu digo a mesma coisa na leve linguagem dos bufões e do riso. Pois santo Agostinho, resumindo o seu pensamento, disse que todas as coisas que existem se dividem em duas ordens distintas. A ordem do "uti" (ele escrevia em latim ) e a ordem do "frui". "

*O QUE É UMA MENINA (Yasmin Smith)



Entre a adolescência e a infância,
existe um doce ser humano chamado menina.
Meninas são encontradas em todas as partes:
gritando em, arrumando-se na, dançando em uma,
chorando em um. Os pais as amam, os meninos as irritam,
os bebezinhos as adoram, o céu as protege.

Uma menina é a verdade usando gloss,
a sabedoria com a unha pintada,
a esperança do futuro mascando chiclete.
Quando você está fazendo a tarefa, uma menina é uma criatura tagarela que quer te atrapalhar.
Quando você quer que ela te obedeça, é uma rebelde
que só faz o que quer.

Uma menina é uma híbrida:
a beleza de uma flor, a inteligência de um matemático,
a criatividade e perfeição de uma Tarsila do Amaral.
Gosta de sorvete,
chocolate, shopping, festa,
bichinhos fofos, bebês, férias e roupas na moda.
Não é partidária de meninos, baratas, ratos,
castigo, sangue, Bem 10, palavrões e filmes de terror.

Ninguém mais tem coragem de colocar
em um só armário um batom, um diário,
uma foto de um cantor ou banda, um celular, 10 presilhas,
um caderninho com a tabuada, uma receita, um ursinho de pelúcia, cinco canetas e o material escolar.
Uma menina é uma criatura mágica:
você pode ignorá-la, mas não tirá-la de seu coração.
Pode até xingá-la, mas ela nunca sairá de sua mente.
Se você for um menino, queira ou não,
um dia se casará com ela.

Copyright © 2012 by Yasmin Melo Smith Moura
All rights reserved.

*Baseado no texto de Alan Beck - O que é um menino.
*Yasmin Melo Smith Moura, tem 10 anos e é aluna do 5º ano da Escola Semente.
Seu texto foi escrito a partir de uma proposta de leitura e produção de texto que se encontra no livro didático Construindo a Escrita vol. 5, Editora Ática, das autoras Carmen Sílvia Carvalho, Déborah Panachão, Sarina Kutnikas e Sílvia Salmaso. Orientada pela pedagoga Laudicea Maria de Souza.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Tempo (Roberto Pompeu de Toledo)

Da Calma e do Silêncio (Conceição Evaristo)

MEUS SECRETOS AMIGOS (Paulo Sant'Ana)

Os Votos (Sérgio Jockymann)

A FLOR E A FONTE (Vicente de Carvalho)

Eu Te Desejo (Flávia Wenceslau)

Gritaram-me Negra (Victoria Santa Cruz)