SEDUÇÃO DO OLHAR (Socorro Monteiro)


São somente roupas penduradas!
Meu olhar, assim foi seduzido por esta fotografia;
Sem perceber, convenceu a minha mente a tornar-se linha.
 E foi tecendo delicadamente ...
O volume do teu corpo forte e vivo a se movimentar dentro da roupa;
O brilho dos teus cabelos quase molhados após o banho;
O Teu Rosto firme de expressão muito séria;
A delicadeza do teu olhar expresso nas imagens que crias.
Aos poucos, a linha da minha mente foi tecendo o homem da roupa...
A tua pele foi se formando com a maciez de seda da Pérsia;
A superfície geográfica do teu corpo foi tecida em cor e luz;
Com delicadeza imensa, nasceu um quase sorriso;
Como num toque de mágica, deu-se forma ao teu calor;
Costurando lentamente, pois carícia em tuas mãos;
Espalhou por toda roupa, o perfume do teu corpo;
Sonorizou ao meu ouvido, a tua respiração;
Com linha bem transparente, deu pulsar ao coração;
E a pele excitada deu vida a emoção.
E foi assim que minhas agulhas da mente te vestiram nessas roupas;
Com a formatação viva da minha imaginação.
Simples roupas penduradas! Perigo de sedução!     

Copyright © 2017 by Socorro Monteiro
All rights reserved.
                    


Comentários

POSTAGENS MAIS VISISITADAS

Gritaram-me Negra (Victoria Santa Cruz)

Eu não gosto de você, Papai Noel!... (Aldemar Paiva)

Eu Te Desejo (Flávia Wenceslau)

Olhos (Ademir João da Silva)

'Eu desejo que você consiga...' (Marla de Queiroz)

Harmonia (Marla de Queiroz)

Elogio ao Desejo (Emanuel Galvão)

Da Calma e do Silêncio (Conceição Evaristo)

A FLOR E A FONTE (Vicente de Carvalho)