SEDUÇÃO DO OLHAR (Socorro Monteiro)


São somente roupas penduradas!
Meu olhar, assim foi seduzido por esta fotografia;
Sem perceber, convenceu a minha mente a tornar-se linha.
 E foi tecendo delicadamente ...
O volume do teu corpo forte e vivo a se movimentar dentro da roupa;
O brilho dos teus cabelos quase molhados após o banho;
O Teu Rosto firme de expressão muito séria;
A delicadeza do teu olhar expresso nas imagens que crias.
Aos poucos, a linha da minha mente foi tecendo o homem da roupa...
A tua pele foi se formando com a maciez de seda da Pérsia;
A superfície geográfica do teu corpo foi tecida em cor e luz;
Com delicadeza imensa, nasceu um quase sorriso;
Como num toque de mágica, deu-se forma ao teu calor;
Costurando lentamente, pois carícia em tuas mãos;
Espalhou por toda roupa, o perfume do teu corpo;
Sonorizou ao meu ouvido, a tua respiração;
Com linha bem transparente, deu pulsar ao coração;
E a pele excitada deu vida a emoção.
E foi assim que minhas agulhas da mente te vestiram nessas roupas;
Com a formatação viva da minha imaginação.
Simples roupas penduradas! Perigo de sedução!     

Copyright © 2017 by Socorro Monteiro
All rights reserved.
                    


Comentários

POSTAGENS MAIS VISISITADAS

'Somos queijo gorgonzola' (Maitê Proença)

PESSOAS VÃO EMBORA... (Marla de Queiroz)

Gritaram-me Negra (Victoria Santa Cruz)

TEM GENTE QUE TEM CHEIRO... (Ana Jácomo)

FICO ASSIM SEM VOCÊ (Abdullah / Caca Moraes)

CANA DE AÇUCAR (Emanuel Galvão)