'Uma Prece Orvalhada de Saudade' (Antônio Manoel Sá Cavalcanti)



Por minha mãe uma prece orvalhada de saudade mesclada de gratidão,
prece de ação de graças do fundo do coração.
Por minha mãe uma prece cheia de santas lembranças,
das cantigas de ninar, das rezas ensinadas, das estórias engraçadas
das milagrosas meizinhas que me curavam e me davam nova vida.
Por minha mãe uma prece com as palavras que vem da alma,
e que como uma brisa me acalma e alimenta a esperança.
Esperança que traz a certeza de um dia num reencontro,
sentarmos a mesma mesa e fazermos uma refeição,
quem sabe cantarmos uma canção e sorrindo como outrora,
no alvorecer de nova aurora iniciarmos uma nova e eterna história.


Antonietta sua prece quando nos despedíamos :
" Vai meu filho, Deus na frente a Paz na guia, vai com Deus e a Virgem Maria!"
E eu só dizia AMÉM!


Comentários

POSTAGENS MAIS VISISITADAS

'Somos queijo gorgonzola' (Maitê Proença)

PESSOAS VÃO EMBORA... (Marla de Queiroz)

TEM GENTE QUE TEM CHEIRO... (Ana Jácomo)

Gritaram-me Negra (Victoria Santa Cruz)