PAPEL RECICLADO DE AMOR E VIDA (TRECHO) (Emanuel Galvão)






(...)


Quando seu coração

Como outro qualquer se apaixonar

De fato e forma e encanto tentador

E não puderes resistir à poesia

À flor, à musica e à alegria concebida

Pelo fato inusitado do amor...

então silenciai: Aí há vida.  (...)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Votos (Sérgio Jockymann)

A Reunião dos Bichos (Antônio Francisco)

A FLOR E A FONTE (Vicente de Carvalho)

MEUS SECRETOS AMIGOS (Paulo Sant'Ana)

Gritaram-me Negra (Victoria Santa Cruz)

CANA DE AÇUCAR (Emanuel Galvão)

Cântico Negro (José Régio)