Proletariado (Hélder Aragão - Dj Dolores)

*(foto)

Justiça, que justiça?
Se é sempre a mundiça entupindo as prisões!
Justiça, que justiça?
Se é sempre a mundiça entupindo as prisões!
Justiça, que justiça?
Se é sempre a mundiça entupindo as prisões!

E quem é que apanha?
Proletariado!
É quem passa a fome?
Proletariado!
Sempre desempregado?
Proletariado!
A caminho do crime?
Proletariado!

Quem tá fora da festa,
Quem bate com testa,
No muro da grana,
Quem mora no buraco,
Quem carrega o saco,
Quem é o culpado?

Pra quem é a polícia?
Pra quem é a polícia?

Justiça, que justiça?
Se é sempre a mundiça entupindo as prisões!
Justiça, que justiça?
Se é sempre a mundiça entupindo as prisões!
Justiça, que justiça?
Se é sempre a mundiça entupindo as prisões!

E quem é que apanha?
Proletariado!
É quem passa a fome?
Proletariado!
Sempre desempregado?
Proletariado!
A caminho do crime?
Proletariado!
Quem tá fora da festa,
Quem bate com testa
No muro da grana,
Quem mora no buraco,
Quem carrega o saco,
Quem é o culpado?
Pra quem é a polícia?
Pra quem é a polícia?


*A violência policial está predominantemente associada a negros e trabalhadores das periferias.

*ouça a música (Álbum 1 Real)




El Dourado dos Carajás






Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Votos (Sérgio Jockymann)

Eu não gosto de você, Papai Noel!... (Aldemar Paiva)

Gritaram-me Negra (Victoria Santa Cruz)

A FLOR E A FONTE (Vicente de Carvalho)

A Reunião dos Bichos (Antônio Francisco)

O Tempo (Roberto Pompeu de Toledo)